FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Drill Tosse Seca 1mg/ml Xarope

(Imprimir)

  • Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
  • Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
  • Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
  • Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
  • Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O que é Drill Tosse Seca e para que é utilizado
2. Antes de tomar Drill Tosse Seca
3. Como tomar Drill Tosse Seca
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Drill Tosse Seca
6. Outras informações


1. O QUE É DRILL TOSSE SECA E PARA QUE É UTILIZADO

Grupo farmacoterapêutico: 5.2.1 Antitússicos.
Drill Tosse Seca está indicado no tratamento sintomático da tosse não produtiva.

2. ANTES DE TOMAR DRILL TOSSE SECA

Não tome Drill Tosse Seca:

  • Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância activa ou a qualquer outro componente de Drill Tosse Seca.
  • Insuficiência respiratória.
  • Tosse do asmático e toda a tosse produtiva (a associação antitússico/broncodilatador ou antitússico/mucolítico não se justifica)
  • Administração concominante de I.M.A.O. (inibidores da monoaminoxidase), antidepressivos, ISRS, haloperidol, quinidina.
  • Crianças com menos de 6 anos de idade.
  • Mulheres em aleitamento.
  • Em caso de tosse crónica persistente associada a patologia respiratória.
  • Em casos de tosse associada a produção excessiva de secreções.

Tome especial cuidado com Drill Tosse Seca:

As tosses produtivas, que representam um elemento fundamental da defesa broncopulmonar, devem ser respeitadas.
Antes de fazer um tratamento antitússico convém saber se as causas da tosse requerem um tratamento específico, nomeadamente a asma, a dilatação brônquica, os obstáculos intra brônquicos, a insuficiência ventricular esquerda qualquer que seja a etiologia, a embolia pulmonar, o cancro, as infecções broncopulmonares e os derrames pleurais.
- Se a tosse resiste a um antitússico administrado segundo uma posologia usual, não se deve aumentar a dose mas sim proceder a uma nova avaliação clínica.

A administração de Drill Tosse Seca em caso de tosse associada a outros sintomas como febre, rash, cefaleias, naúseas e vómitos só deverá ser feita por indução e vigilância médica.

Tomar Drill Tosse Seca com outros medicamentos:

Contra-indicação de utilização concomitante

- I.M.A.O.: está contra-indicada a associação de dextrometorfano com IMAO (inibidores da monoaminoxidase). A administração concomitante de IMAO resulta num estado hiperserotonérgico (síndroma serotonérgico), com sintomas de alteração do estado mental, náuseas, hipotensão ou hipertensão, incoordenação, mioclonias e hiperpirexia até ao colapso cardiovascular com arritmias ventriculares, coma e morte.

É necessário um período mínimo de 14 dias entre a interrupção da administração do IMAO para iniciar terapêutica com dextrometorfano.

Precauções na utilização concomitante

Antidepressivos ISRS, quinidina, haloperidol: os antidepressivos inibidores selectivos da recaptação da serotonina (ISRS), quinidina, haloperidol podem resultar numa elevação da concentração de ambos os fármacos por inibição competitiva do metabolismo, potencializando a toxicidade ao dextrometorfano (náuseas, vómitos, visão turva e alucinações) ou o síndroma seratonérgico. A utilização concomitante com a sibutramina não é recomendada, pois poderá originar um estado hiperserotonérgico (síndroma serotonérgico).

A associação a antidepressivos do sistema nervoso central pode potencializar depressão central.
A associação com álcool potencializa o efeito sedativo dos antitússicos centrais.
Estas duas associações podem ter consequências importantes sobretudo nos casos de condução automóvel ou de utilização de máquinas.

Não associar antitússico/broncodilatador ou antitússico/mucolítico, uma vez que têm efeitos opostos.

Tomar Drill Tosse Seca com alimentos e bebidas:

A ingestão de bebidas alcoólicas e de medicamentos contendo álcool durante o tratamento é desaconselhada.

Gravidez e aleitamento:

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Gravidez

É possível tomar este medicamento durante a gravidez, desde que por um período curto (alguns dias) e nas doses recomendadas. No entanto, no final da gravidez a toma de dextrometorfano em doses elevadas, mesmo por períodos curtos, pode causar depressão respiratória no recém-nascido. A toma crónica de dextrometorfano pela mãe, durante os três últimos meses de gravidez, pode originar síndrome de privação no recém-nascido. Consequentemente, é conveniente pedir a opinião ao seu médico antes de tomar este medicamento e nunca ultrapassar a dose recomendada.

Aleitamento

Este medicamento passa para o leite materno.
A administração de doses elevadas de dextrometorfano durante o período de aleitamento pode provocar hipotonia e períodos de apneia em recém-nascidos. É assim contra-indicada a toma deste medicamento durante o período de lactação.

Condução de veículos e utilização de máquinas:

Chama-se a atenção dos condutores de veículos e utilizadores de máquinas, devido ao risco de sonolência relacionado com a administração deste medicamento.

Informações importantes sobre alguns componentes de Drill Tosse Seca:

  • Drill Tosse Seca contém parabenos, os quais podem causar reacções alérgicas (possivelmente retardadas).
  • Drill Tosse Seca contém maltitol líquido. Pode ter efeito laxante moderado. O valor calórico do maltitol líquido é de 2,3 kcal/g.

3. COMO TOMAR DRILL TOSSE SECA

  • Tomar Drill Tosse Seca sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
  • Este medicamento destina-se a crianças com mais de 6 anos de idade e a adultos.
  • Uma colher medida contém 5ml de xarope, i.e., 5 mg de bromidrato de dextrometorfano.

Posologia no adulto:

  • Via oral: 10 a 20 mg (1 colher de sopa) de 4 em 4 horas ou 30 mg (2 colheres de sopa) cada 6-8 horas, até uma dose máxima diária de 120 mg/dia.
  • Posologia nas crianças:

    • Não é recomendado em crianças com idade inferior a 6 anos.
    • Crianças 6-12 anos de idade: 1 ml de bromidrato de dextrometorfano/kg/dia, não ultrapassando a dose unitária de 0,25 ml/Kg, em intervalos de 4-4 horas ou de 8-8 horas. Isto é, 5 a 10 mg (1 a 2 colheres medida) cada 4 horas ou 15 mg (3 colheres medida) cada 6-8 horas, até 60 mg/dia.
    • Crianças com idade superior a 12 anos: dose idêntica à dos adultos.

    Posologia no idoso e na insuficiência hepática:

    • A dose inicial deverá ser reduzida a 50% da dose recomendada para o adulto. A dose poderá ser aumentada até um quarto, de acordo com as necessidades e tolerância.
    • Duração média do tratamento:

      • O tratamento sintomático deverá ser curto (5 dias).

      Se tomar mais Drill Tosse Seca do que deveria:

      • Se tomou mais Drill Tosse Seca do que deveria, podem ocorrer sintomas como náuseas, vómitos, agitação, visão turva, sonolência, erupção urticarifome e nistagno.
      • Em caso de sobredosagem maciça: podem surgir convulsões, coma e depressão respiratória.
      • Dirija-se imediatamente ao seu médico.

      Caso se tenha esquecido de tomar Drill Tosse Seca:

      • Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
        Continue a tomar Drill Tosse Seca como habitualmente.

      Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSIVEIS

  • Como todos os medicamentos, Drill Tosse Seca pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.
  • Possibilidade de: obstipação, sonolência, vertigens, náuseas, vómitos, broncoespasmos, reacções cutâneas alérgicas, hiperpirexia, fadiga, dependência psicológica.
  • Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR DRILL TOSSE SECA

  • Não conservar acima de 25°C.
  • Manter fora do alcance e da vista das crianças.
  • Não utilize Drill Tosse Seca após o prazo de validade impresso na embalagem exterior. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.
  • Não tome Drill Tosse Seca se o xarope se apresentar turvo.
  • Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Drill Tosse Seca:

  • A substância activa é o bromidrato de dextrometorfano.
  • Os outros componentes são: maltitol líquido, para-hidroxibenzoato de metilo sódico (E 219), para-hidroxibenzoato de propilo sódico (E 217), aroma de caramelo, ácido láctico, água purificada.

Qual o aspecto de Drill Tosse Seca e conteúdo da embalagem:

  • Drill Tosse Seca é um líquido viscoso límpido, praticamente incolor com cheiro a caramelo.
  • Drill Tosse Seca apresenta-se em frascos de vidro castanho de 200 ml com cápsula de fecho de alumínio e uma colher medida de 5ml.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante:

Titular da Autorização de Introdução no Mercado
PIERRE FABRE DERMO-COSMÉTIQUE PORTUGAL, LDA.
Rua Rodrigo da Fonseca, n.º 178 - 5º Esq.
1070-243 Lisboa

Fabricante
PIERRE FABRE MÉDICAMENT PRODUCTION
Etablissement SIMAPHAC
Zone Industrielle de Châteaurenard
452220 Châteaurenard 
França

Este folheto foi aprovado pela última vez em 12/2007